Buscar
  • Logistica Urbana e Mobilidade

Fatores que afetam o volume de tráfego em Belo Horizonte



O trânsito da capital mineira é afetado pelas férias escolares. Por exemplo, em janeiro de 2020, houve redução de 12,2% no volume de tráfego na região central, implicando redução de cerca de 2,2 milhões de veículos em circulação na região central. O volume de veículos de passeio apresenta maior queda, 13,1%, seguido de motos, 10%. Para ônibus, vans e caminhões, a queda é apenas de 0,3%. No Hipercentro, houve redução de 9,6% no volume de tráfego no período de férias escolares (janeiro de 2020). A circulação de veículos no hipercentro reduziu em cerca de 450 mil de veículos em circulação na região central no mês. O volume de veículos de passeio apresenta maior queda, 10,8%, seguido de motos, 8,3%. Para ônibus, vans e caminhões, a queda é apenas de 1,8%. Em 2020, a pandemia do COVID-19, com isolamento e decretos que restringem as atividades comerciais, também provocou retração na circulação de veículos em Belo Horizonte. No mês de março, foi registrada queda de 24,4% na circulação de veículos, comparativamente a março de 2019. O volume de veículos de passeio apresenta maior queda, 27,2%, seguido de motos, 13,7%. Para ônibus, vans e caminhões, a queda é apenas de 2,7%. No Hipercentro, a queda foi de 15,7% na circulação de veículos.

#TrânsitoBH #Junho2020 #Pandemia #Painel

0 visualização
 

URBLOOG

UFMG

(31) 98717-9564

  • Facebook
  • LinkedIn

©2020 por URBLOG. Orgulhosamente criado com Wix.com